O maneira correta para o preparo de chás

Será que você está preparando seu chá da forma correta? 🤔 .


É comum eu receber perguntas como "que chá é bom pra isso ou aquilo?", principalmente quando descobrem que sou pós-graduanda em fitoterapia.


Engraçado, mas faz pouquíssimo tempo que tomei gosto e comecei me aventurar pelo mundo dos chás e incluí-los na minha rotina. Como nosso paladar e hábitos mudam, não é mesmo?


A fitoterapia pode ser uma ótima ferramenta para auxiliar com suas queixas, mas o preparo errado pode inibir o efeito desejado! Por isso, antes de falar sobre ervas, horários e restrições, é importante saber como preparar.


Chá de ervas

Qual a diferença entre as preparações?


- Chamamos chá as bebidas quentes feitas com Camellia Sinensis e apenas, exemplo: chá branco, preto e verde. O preparo é como na infusão (leia abaixo);


- Infusão é o tipo de bebida quente feito a partir de flores e folhas. Nessa preparação as ervas ficam no recipiente e a água quente (não se usa água que ficou fervendo um tempão) é jogada sobre elas. Deve-se tampar para preservar o óleo essencial. E deixar descansar por alguns  minutos (o tempo varia para cada planta). Exemplos são: hortelã, camomila e hibiscus.



- Decocção é indicada quando as partes da planta são mais duras, como as sementes, frutos, raízes ou cascas. Nesse caso, precisam ser fervidas numa panela com água, durante alguns minutos (a depender da planta). É o caso da cúrcuma, gengibre e erva doce. .




Deu pra entender? Você estava preparando seus chás, infusões e decocções da forma correta?


Deixe aqui nos comentários, que posso gravar vídeos pra te ajudar ainda mais!

30 visualizações