©2017 por Tayane Fernandes. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • White Facebook Icon
  • Branco Ícone Google+
  • White Instagram Icon

Greve dos caminhoneiros e abastecimento de alimentos


No início desta semana os caminhoneiros entraram em greve para reivindicar os altos preços dos combustíveis, o que prejudica diretamente a atividade desses trabalhadores e da população em geral.

Em poucos dias, isto afetou diretamente a todos, e pudemos ver na prática como grande parte das coisas que consumimos e utilizamos diariamente depende do transporte rodoviário, um dos mais caros em relação a gasto com deslocamento e manutenção de estradas. Postos de gasolina ficaram sem combustível, frotas de ônibus foram reduzidas, o abastecimento dos supermercados foi interrompido..

Parando por um momento para refletir em tudo que estava vendo, percebi o que sempre esteve bem diante de meus olhos, de nossos olhos. Somos seres totalmente dependentes de um combustível fóssil não renovável, somos um povo brasileiro que mora em um dos países mais biodiversos do mundo, com climas que possibilitam diferentes formas de energia e tecnologia suficiente para utilização de outras formas de transporte, mas continuamos com a gasolina e o diesel.

Vi pessoas fazendo estoque de alimentos e água em casa com medo da falta destes produtos e percebi que o que se fala há muito tempo sobre consumir produtos frescos, sazonais e locais (de pequenos produtores a poucos quilômetros de distância) seria a melhor forma de evitar este colapso e a forma mais sustentável de consumo.


Alguns produtores podem ser encontrados em https://feirasorganicas.org.br/ com possibilidade de busca por regiões. O consumo de produtos locais reduz o gasto com combustíveis e valoriza a produção local, não é porque somos globalizados que precisamos consumir como ingrediente da nossa alimentação rotineira sal do Himalaia, maca do Peru, bacalhau da Noruega, por exemplo. O nosso impacto no mundo também se dá pelas nossas escolhas alimentares e, desculpa se nunca percebeu, mas comer também é um ato de política e economia.

Ontem a greve foi contida, nem tudo foi normalizado, mas caminhamos para isso, espero que o que aconteceu esta semana sirva para que possamos refletir a respeito de nossos hábitos e nosso papel no mundo. Tempos atrás, em 1973, por conta da crise do petróleo, a Holanda deu início ao seu bem sucedido plano de adoção em massa da bicicleta como meio de transporte benéfica para saúde de quem utiliza e do meio ambiente, política que hoje é referência para muitos países.

#consumoconsciente #cultura

13 visualizações